SEXO E ENVELHECIMENTO FEMININO – Parte II – As doenças e a viuvez

A medida que as pessoas envelhecem, há uma propensão maior em experimentar condições incapacitantes e doenças crônicas que podem afetar a forma como respondem sexualmente. Então, vamos dar continuidade ao tema sexualidade e envelhecimento feminino, trazendo mais alguns questionamentos comuns entre as mulheres maduras.

Que doenças podem afetar o sexo? E de que forma?

Artrite, Acidente Vascular Cerebral, Doenças Coronárias, Diabetes, Parkinson, cirurgias e os efeitos colaterais de medicamentos podem afetar a maneira como as mulheres respondem ao sexo (pensando nas mudanças psicofisiológicas que acontecem durante a resposta sexual feminina). Os efeitos psicológicos causados pela doença também trazem impacto a função sexual, principalmente se o diagnóstico é de uma doença que ameaça a vida, ou afeta a autoestima, ou ainda, altere a imagem corporal drasticamente. A doença pode trazer mudanças estruturais ao relacionamento conjugal, no caso da pessoa perder sua autonomia, e tornar-se dependente do parceiro ou cuidador. Ainda, pode acontecer do/a parceiro/a achar inapropriado ter desejo sexual se outro estiver doente. Para muitos/as parceiros/as que são cuidadores, o esgotamento vindo com tal papel pode afetar de forma negativa o desejo. A forma como uma doença pode afetar o sexo não é apenas baseada em aspectos fisiológicos, envolve também o psicossocial.

A aposentadoria, a síndrome do ninho vazio, ou o próprio momento em que os filhos saem de casa são fases que podem ser percebidas como o final de um capítulo da vida. Para outras, essas fases podem significar a liberação de tempo para investir na relação, em estar com o outro. O estilo de vida conta muito, e devem ser levados em consideração. Tabagismo, uso de álcool e drogas recreativas, sedentarismo, má alimentação podem contribuir para a disfunção sexual.

Quando a mulher percebe que sua doença está afetando o sexo, é importante compartilhar com o médico de confiança, que faz seu acompanhamento, pois ele pode ajudar e trazer soluções.

Quando a mulher fica viúva, pode buscar um novo amor?

Por que não? Todo ser humano tem a necessidade de se sentir amado, e isso não diminui ao longo do tempo. Talvez a mulher queira apenas um companheiro para conversar ou assistir TV. Quando a busca é por um novo amor, pode surgir o sentimento de vergonha, estranheza, ou até mesmo culpa. Isso é perfeitamente normal. E claro, a sexualidade pode ser afetada. Muitas vezes, é preciso aprender a se adaptar e ajustar a nova realidade, e não o fim de todas as formas de expressão sexual.

Buscar ajuda pode ser importante, por mais que a mulher tenha vergonha. Discutir a sexualidade pode ser difícil, mas os profissionais estão aptos a entender a mulher em qualquer fase de sua vida, e não apenas as jovens. O sexo no envelhecimento é completamente normal, e muito saudável.

 

Referência: www.essm.org

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *