Novembro Azul – O tratamento de Câncer de Próstata pode causar Disfunção Erétil?

A disfunção erétil após o tratamento do câncer de próstata é comum, devido aos danos com podem acometer os nervos e/ou vasos sanguíneos. Para entender é preciso relembrar o mecanismo da ereção peniana.

Quando acontece a ereção, ocorrem alguns processos neurofisiológicos importantes. Uma mensagem desencadeada por estimulação sexual vai do cérebro até o pênis, através de uma rede nervosa. Alguns nervos envolvidos neste processo estão próximos da próstata. Assim, quando a mensagem chega ao destino, o tecido muscular liso no pênis relaxa e os vasos sanguíneos se expandem, aumentando a circulação sanguínea para se formar uma ereção rígida e firme. Quando o homem ejacula a circulação sanguínea volta ao seu ritmo normal.

O tratamento para câncer de próstata pode interromper esses dois processos. Durante a prostatectomia, a remoção cirúrgica da próstata, os nervos envolvidos no mecanismo da ereção peniana, podem ser feridos, devido a proximidade. Desta forma, pode não haver a passagem da mensagem enviada pelo cérebro para que a ereção inicie. Os cirurgiões tentam ao máximo preservar estes nervos, mas alguns danos acabam sendo inevitáveis. Além disso, a radioterapia também pode danificar os nervos, assim como os vasos sanguíneos no pênis. Em alguns casos, as artérias tornam-se mais estreitas ou bloqueadas, impedindo que se expandam completamente em resposta a estimulação sexual.

É importante deixar claro que, quando acontece algum prejuízo, resultando em disfunção erétil, não significa o fim da vida sexual do homem. Sexo é parte integrante do bem-estar, então é importante discutir os problemas sexuais com o médico. Existem opções de tratamento disponíveis para a disfunção erétil, e o sexo não é apenas a penetração. Pode ser a redescoberta de uma nova vida sexual. Compartilhar sentimentos e preocupações com a/o parceira/o pode fortalecer o relacionamento conjugal ao se trabalhar soluções em conjunto. Talvez seja preciso ajustar a rotina de intimidade, e explorar novas práticas sexuais. Um profissional especializado em sexualidade pode ajudar.

O mês de Novembro foi dedicado ao combate do câncer de próstata, o segundo tipo de câncer que mais mata homens. Contudo, a conscientização em relação aos cuidados com a saúde e o próprio cuidado, pensando-se em prevenção, diagnóstico e promoção de saúde deve acontecer durante os 365 dias do ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *