A Sexualidade Masculina e a Maconha

Maconha pode afetar a função sexual do homem?

Sim, a maconha pode afetar a função sexual de homens.

De que maneira a maconha pode afetar a função sexual de homens?

Popularmente utilizada para fins recreativos e medicinais, a maconha é uma droga derivada de Cannabis Sativa, e pode ser fumada, comida ou preparada como chá. As misturas de maconha contém cerca de 500 ingredientes, sendo uma média de 160 canabinoides – produtos químicos que se ligam a proteínas no organismo, chamados de receptores canabinoides. Dois deles são mais comuns, o tetrahidrocannabinol (THC) e o cannabidiol (CBD).

Quando os canabinoides se ligam aos seus receptores canabinoides, diferentes efeitos podem acontecer, ou seja, uma pessoa pode perceber mudanças de humor, comportamento ou percepção, e assim se sentir mais ansiosa, ou a pessoa pode se sentir menos ansiosa e menos deprimida.

A maconha pode ainda influenciar o julgamento, levando a situações sexuais de risco, tal como o sexo inseguro, que aumenta as chances de infecções sexualmente transmissíveis e gravidez não planejada. Uma pesquisa sugere que o uso da maconha pode aumentar o risco de câncer de testículo em homens, pois há receptores canabinoides nos testículos. E mais, em homens que fazem uso de maconha, há a possibilidade de problemas de fertilidade, pois os químicos encontrados na mistura podem afetar a motilidade espermática – capacidade dos espermatozoides nadarem em direção ao óvulo e fertilizá-lo.

A maneira como a maconha irá afetar o corpo dependerá das plantas que estão em sua mistura. Enquanto alguns homens acham que seu desempenho sexual melhora com o uso da maconha – exemplificando, quando o homem fica menos ansioso, ele pode vir a ter um melhor controle ejaculatório -, outros homens experimentam problemas sexuais com o uso de maconha. E quais seriam esses problemas?

Baixo desejo: pode fazer com que os homens percam a motivação para o sexo.

Disfunção erétil: para uma ereção firme, o tecido muscular no pênis precisa estar relaxado para que o sangue circule, entretanto, se o THC se combina com os receptores canabinoides no pênis, o processo é interrompido. Além do mais se com o uso da maconha o homem relaxa demais, não há ereção firme.

Orgasmo: os estudos têm demonstrado que o uso regular aumenta a propensão a problemas para se atingir o orgasmo.

Ejaculação Prematura: a maconha pode aumentar os níveis de dopamina (neurotransmissor associado ao prazer e recompensa), assim como pode aumentar a ansiedade. E nas duas situações pode haver a ejaculação prematura.

Para os especialistas o prejuízo causado pela maconha na função sexual masculina depende da dose e da frequência de seu uso. Doses mais elevadas de maconha ou maior frequência podem aumentar a propensão ao desenvolvimento de problemas sexuais, quando feito um comparativo com homens que fazem o uso ocasional. Vale lembrar que algumas pessoas são mais sensíveis aos efeitos da maconha do que outras. Ainda, os químicos na maconha podem ter outros efeitos sobre o corpo e interagir com medicamentos que a pessoa possa tomar. Portanto, o acompanhamento profissional é indispensável quando existe o uso de maconha e algum prejuízo na função sexual.

 

 

Referência: www.issm.info

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *